Só Templates

Créditos



Layout by



24 outubro 2009

Egípcios



Os antigos egípcios usavam a astronomia mais amplamente para registrar o tempo. Os egípcios foram o primeiro povo a desenvolver um calendário baseado no ano solar. O ano começava com a enchente do rio Nilo, um acontecimento anual de vital importância para as comunidades agrícolas egípcias. A enchente coincidia com o surgimento de Siriús, a estrela mais brilhante do céu.
            Cada mês do calendário solar egípcio tinha 30 dias. Ao fim de 12 meses, cinco dias eram somados para formar o ano de 365 dias. Como o ano solar tem um quarto de dia a mais, o calendário egípcio ficava fora de compasso com o ciclo das estações. Quando os romanos adotaram o calendário solar, em 46 a.C., o quarto de dia que sobrava a cada ano passou a formar um dia a mais, o bissexto, somado ao calendário a cada quatro anos. Esse sistema formou a base do calendário usado hoje em quase todo o mundo.
            Os astrônomos do Egito Antigo alinharam as pirâmides ao pólo norte usando duas estrelas como referência. A descoberta foi feita por egiptólogos britânicos, que decidiram usá-la para confirmar com precisão quando as pirâmides foram construídas.                    Eles concluíram que as pirâmides do Vale de Gizé foram construídas em dez anos, por volta de 2.480 AC.
Há quase 4.500 anos, as duas estrelas mantinham uma determinada posição no céu, apontando diretamente o norte.
            Mas o alinhamento só se manteve por alguns anos, atingindo precisão absoluta por volta de 2.500 AC _ antes e depois disso o movimento da Terra fez com que a posição das estrelas no céu mudasse.
As estrelas escolhidas eram Kochab, na constelação da Ursa Menor e Mizar, na Ursa Maior.
Outra teoria ainda sugere que elas estejam alinhadas segundo o cinturão de Órion, na época, localizada exatamente acima das  pirâmides.



  Pergunta: O que voce sabe dos misterios das pirâmides??? =)

Nenhum comentário:

Postar um comentário